Categoria: Blog Trajec

  • Somos mistagogos a caminho: A importância da iniciação e acompanhamento pessoal e comunitário 

    Somos mistagogos a caminho: A importância da iniciação e acompanhamento pessoal e comunitário 

    Por Rosemary Fernandes da Costa Depois de uma pausa de 1 ano nesta participação no Portal das Cebs, retomo o tema da Espiritualidade Libertadora, dedicando algumas colunas à reflexão sobre a Mistagogia e a Espiritualidade Libertadora. Vamos dialogar sobre os processos de acolhimento, de iniciação, de acompanhamento para as pessoas que se aproximam, mas também…

  • 𝐍𝐎𝐓𝐀 𝟔𝟎 𝐀𝐍𝐎𝐒 𝐃𝐄 𝐃𝐄𝐌𝐎𝐂𝐑𝐀𝐂𝐈𝐀 𝐒𝐎𝐁 𝐑𝐈𝐒𝐂𝐎

    𝐍𝐎𝐓𝐀 𝟔𝟎 𝐀𝐍𝐎𝐒 𝐃𝐄 𝐃𝐄𝐌𝐎𝐂𝐑𝐀𝐂𝐈𝐀 𝐒𝐎𝐁 𝐑𝐈𝐒𝐂𝐎
  • Salvador sediará encontro de Juventudes e Espiritualidade Libertadora

    Salvador sediará encontro de Juventudes e Espiritualidade Libertadora

    Está chegando um novo ENCONTRO DE JUVENTUDES E ESPIRITUALIDADES LIBERTADORAS. Venha participar desse grande encontro de juventudes de todas as idades, tradições religiosas e não religiosas, militantes de tantas causas quanto nosso chão comum necessita, seguidores dos clamores dos corações e das espiritualidades libertadoras que nos guiam na caminhada.  Como tudo começou? Desde 2014, fomos provocados pela…

  • O clericalismo continua gordo, forte e corado. Viva a sinodalidade!

    O clericalismo continua gordo, forte e corado. Viva a sinodalidade!

    Por Celso Pinto Carias A coluna precisa começar pedindo perdão aos bispos, presbíteros, diáconos, ministros e ministras não clericalistas. Não são muitos, mas existem. Chicão, o Papa Francisco, desde o início de seu pontificado fala disso. Chegou a comparar com um câncer. Mas apesar do papa, continua gordo, forte e corado. Por quê? José Comblin,…

  • Reflexão da Palavra | 2º Domingo da Páscoa – Divina Misericórdia – Ano B

    Reflexão da Palavra | 2º Domingo da Páscoa – Divina Misericórdia – Ano B

    Por: Quininha Fernandes Pinto, Cebs, Regional Leste 1 Leituras: At 4,32-35 – Sl 117 – 1Pd 5,1-6 – Jo 20,19-31 As primeiras comunidades cristãs de Jerusalém são descritas como o ideal a ser seguido para as novas comunidades. Cada geração cristã que com ela se confronta encontra um estímulo para viver com a mesma coerência,…

  • O Ser Humano histórico-social (4)

    O Ser Humano histórico-social (4)

    Por Frei Marcos Sassatelli, op (A parte final do artigo anterior, da série de artigos sobre o Ser humano) O modo de produção caracteriza-se pelos seguintes elementos:  O estágio de desenvolvimento das forças produtivas (combinação da força de trabalho com os meios ou técnicas de produção).  As relações sociais (relações existentes entre os agentes da…

  • A “síndrome de Caim” no Brasil

    A “síndrome de Caim” no Brasil

    Por Padre Francisco Aquino Júnior A Campanha da Fraternidade 2024, recordando com Jesus que somos todos irmãos e irmãos, fala de “fraternidade e amizade social”. E faz isso no contexto de uma sociedade profundamente dividida, desigual e excludente. É verdade que sempre houve divisões e inimizades entre pessoas, famílias e grupos, especialmente em períodos eleitorais.…

  • O Deus que liberta e caminha com seu povo

    O Deus que liberta e caminha com seu povo

    Por Joaquim Jocélio Como vimos no artigo anterior, a bíblia é “Palavra de Deus em linguagem humana”. Isso quer dizer que a mensagem de Deus chega a nós por meio de textos escritos por pessoas com suas mentalidades, limitações e fragilidades. Os textos bíblicos não foram escritos de uma vez, mas passaram por vários processos…

  • Viva São Romero!

    Viva São Romero!

    Por Padre Francisco Aquino Júnior Oscar Romero foi bispo da Diocese de São Salvador, capital de El Salvador, de 1977 a 1980. Um pequeno país da América Central, marcado por muitas injustiças, por uma profunda desigualdade social e vivendo sob uma ditadura militar. Na medida em que os pobres começaram a se organizar para defender…

  • 60 anos do golpe militar – por que fazer memória?

    60 anos do golpe militar – por que fazer memória?

    Por Ivo Lesbaupin “Em todo o caso, o que nunca se deve propor é o esquecimento”.  Papa Francisco, Fratelli Tutti, p. 246 Quando se observam manifestações da direita na Argentina, não se veem cartazes pedindo “intervenção militar”. Por que? Porque a sociedade – ou ao menos a maioria da sociedade – sabe o que foram…